BGH trabalha constantemente para promover suas empresas membro, bem como para fornecer informação relevante do mercado mundial da pedra natural. Nessa ocasião, a BGH apresenta o cenário de oportunidades que o mercado de oriente médio oferece, tanto para produtores de pedra natural, quanto para fornecedores de produtos e serviços.

Projetos da construção já iniciados ou em vias de começar a serem desenvolvidos num futuro imediato na região do oriente médio, compreendem, em termos de valor, um total de mais de 29 bilhões de dólares. Isso promete um amplo leque de possibilidades de negócios para fornecedores do mercado da construção civil em geral e mais especificamente para o mercado de rochas ornamentais.

Algumas das mega obras esperadas na região são a Expo 2020 e a FIFA World Cup 2022, além de aproximadamente 20 mil projetos espalhados pela região, principalmente nos Emirados Árabes Unidos com um valor aproximado de (US$ 11,5 bilhões), seguido de Iraque (US$ 10 bilhões), Arábia Saudita (US$ 3,6 bilhões), Jordânia (US$ 3 bilhões), Kuwait (US$ 1 bilhão), Omã (US$ 100 milhões) e Qatar (US$ 500 milhões).

Os países da região do oriente médio tentam diversificar suas economias fomentando a atividade em mercados como o da construção civil, isto como estratégia para diminuir a dependência do petróleo, commodity tão valorizado, mas ao mesmo tempo volátil e fator determinante para essas economias. A BGH continuará trabalhando para promover seus membros em mercados como o oriente médio e mundialmente, facilitando os negócios e ajudando nos processos de internacionalização das empresas brasileiras do mercado da pedra natural.

Fonte: BNC e Middle East Stone.